Main Menu

UNTG ameaça convocar nova paralisação  para exigir cumprimento de memorando de 2016 

ANG (Bissau, 24 de Julho de 2017) – A União Nacional dos Trabalhadores da Guiné-Bissau (UNTG) admite a possibilidade de avançar com uma greve nos próximos dias 8 a 10 de agosto, para exigir o cumprimento de um memorando assinado pelas partes em dezembro de 2016, que inclui a aplicação de uma nova tabela salarial a partir deste mês de julho.

Para já, o secretário-geral da organização, Estêvão Gomes Có, disse que um pré-aviso de greve de três dias está para ser entregue ao governo esta semana, uma vez que o salário em vigor não dignifica os servidores do Estado e que a situação piorou com a subida de preços dos produtos da primeira necessidade, limitando de antemão, a capacidade de compra dos trabalhadores.